É necessário que o seu navegador tenha o suporte a javascript habilitado para navegar neste site. Testemunhas do Futuro - Livraria Sêfer
  • 00 item(s) - R$ 0,00
Seu carrinho de compras está vazio.
  • Testemunhas do Futuro

Testemunhas do Futuro

Filosofia e Messianismo
Autor: Pierre Bouretz
SKU: 11941
Páginas: 1189
Avaliação geral:

Coletânea de textos de pensadores que abordam vertentes da especulação filosófica do judaísmo moderno. Sobretudo este grupo que reúne Cohen, Rosenzweig, Benjamin, Scholem, Buber, Bloch, Strauss, Jonas e Lévinas, enveredam por sua busca do mundo de amanhã para o homem de hoje, por um dos ângulos de uma salvação, possível à luz dos ensinamentos bíblicos, talmúdicos, rabínicos, cabalísticos, em versão teológica ou filosófica, vinculados ao judaísmo.

PRODUTO ESGOTADO
  • Este produto encontra-se esgotado no momento. Caso queira ser avisado quando este produto estiver novamente disponível para venda, preencha os campos abaixo.
  •  
  •  
  •  

Quem comprou esse produto também comprou:

Descrição

Fim de 1927. Benjamin acrescentou, a uma carta de Scholem, um fragmento que ele intitula “Ideia de um Mistério”: “Trata-se de representar a história como um processo no qual o homem, fazendo ao mesmo tempo a função de gestor da natureza muda, apresenta queixa a propósito da Criação e da não vinda do Messias prometido.
Entretanto, a corte decide ouvir as testemunhas do futuro; comparecem então o poeta que o sente, o escultor que o vê, o músico que o ouve e o filósofo que o conhece. Todavia, os seus testemunhos não concordam um com o outro, embora todos testemunhem [como certa] a futura vinda do Messias.
O tribunal não ousa confessar sua indecisão. É porque novas queixas chegam incessantemente, assim como novos testemunhos. Há a tortura e o martírio.Os bancos dos jurados estão ocupados pelos vivos, que ouvem com a mesma desconfiança o querelante e as testemunhas. Os jurados transmitem seus lugares, por sucessão, a seus filhos. Finalmente, desperta neles o medo de serem escorraçados de seus bancos. Ao fim, todos os jurados se põem em fuga, só permanecem no lugar o querelante e as testemunhas”.
Se aqueles que estão reunidos em Testemunhas do Futuro: Filosofia e Messianismo foram ao mesmo tempo pensadores dos “tempos sombrios” e “testemunhas do futuro”, isto se deve a uma incisão mais ou menos profunda da ideia do messianismo em suas obras. A escolha de um ou outro vértice do triângulo das categorias do monoteísmo autêntico – Criação, Revelação e Redenção –, redesenhado na Estrela de Rosenzweig, configurou vertentes sistemáticas para a especulação filosófica do judaísmo moderno. Cada um de seus representantes, sobretudo neste grupo que reúne Cohen, Rosenzweig, Benjamin, Scholem, Buber, Bloch, Strauss, Jonas e Lévinas, enveredou em sua busca do mundo de amanhã para o homem de hoje, por um desses ângulos de uma salvação possível à luz dos ensinamentos bíblicos, talmúdicos, rabínicos, cabalísticos, em versão teológica ou filosófica. Mas todos eles radicados ou vinculados à tradição judaica. Esta lhes deu o fulcro de sua linguagem, cujo léxico se define pelas noções de liberdade, paz e perfeição, conjugadas pelo saber, com o verbo ser de seu vir a ser no futuro.

Índice e trechos

SUMÁRIO

Introdução 13


I.     O JUDAÍSMO DE HERMANN COHEN (1842-1918):
    UMA RELIGIÃO DE ADULTOS 29

    Filósofo e Profeta 37

    Uma Morada para o Deus dos Filósofos? 49

    Os Sentidos da Correlação:
    A Santidade e as Leis de Hospitalidade 62

    Nas Fronteiras da Ética: Da Piedade ao Perdão 84

    O Dia da Reconciliação 97

    Além da Retribuição: A Perspectiva Messiânica 107

    A Hora das Nações e o Tempo da Justiça 120


II.     DA NOITE DO MUNDO AOS CLARÕES DA REDENÇÃO:
    A ESTRELA DE FRANZ ROSENZWEIG (1886-1929) 149

    O Retorno de Um Filho Construtor 152

    Da Assimilação à Dissimilação 162

    Hegel e a História no Sentido do Século XIX 184

    Da Jônia à Jena:
    O Impasse Especulativo da Filosofia Ocidental 195

    Um Relato do Mundo na Experiência dos Tempos 211

    O Exílio e o Reino 231

    Além da História: O Resto de Israel 246


III.     WALTER BENJAMIN (1892-1940):
    O ANJO DA HISTÓRIA E A EXPERIÊNCIA DO SÉCULO 277

    O Corcundinha 283

    A Revelação no Mundo de Kafka 291

    A Tradição à Sombra do Castelo 303

    Para uma Memória de Deus 313

    O Exílio da Linguagem e sua Reparação 328

    A Queixa da Natureza na Ideia de um Mistério 338

    O Anjo da História: Da Salvação ao Salvamento? 359


IV.     GERSHOM SCHOLEM (1897-1982):
    A TRADIÇÃO ENTRE CONHECIMENTO E REPARAÇÃO 381

    De Berlim a Jerusalém 390

    Perfurar a Parede de Névoa 424

    As Moradas Ocultas da Alma Judia 432

    A Dialética do Messianismo:
    Uma Escritura da História Judaica 442

    A Cabala Através de Suas Idades 466

    O Exílio da Criação 490

    A Vida em Sursis 533


V.     MARTIN BUBER (1878-1965):
    O HUMANISMO À ÉPOCA DA MORTE DE DEUS 573

    O Tzadik de Zehlendorf 577

    O Judaísmo de Martin Buber: Uma Ponte sobre o Exílio 586

    Traduzir a Escritura 593

    Aí Onde a Gente se Encontra: A Via Hassídica 631

    O Tu do Encontro ou a Vida como Diálogo 650

    O Sionismo Nesta Hora Tardia 660

    A Glória de Deus e o Espírito das Religiões 670


VI.     ERNST BLOCH (1885-1977):
    UMA HERMENÊUTICA DA ESPERA 689

    Um Irmão Sobrevivente de Walter Benjamin? 694

    Com e Contra Marx: Humanizar a Dialética 702

    A Paz Prematura de Hegel com o Mundo 708

    Com Kant: A Forma da Questão Inconstruível 715

    A Música e os Poderes do Mundo Suprassensível 722

    Schoenberg, Moisés e os Contornos do Inexprimível 732

    Espanto e Disponibilidade:
    O Mundo que Nenhum Olho Viu 741


VII.     O TESTAMENTO DE LEO STRAUSS (1899-1973) 767

    À Distância do País dos Filisteus 772

    O Problema Spinoza 782

    Sobre uma Lágrima de Hermann Cohen 808

    Lei e Razão: Em Busca das Luzes Medievais 826

    O Segredo de Maimônides 854

    Jerusalém e Atenas: Uma Vida Entre Dois Códigos 895

    Quando Não Faz Nem Dia Nem Noite: Retrato
    de Leo Strauss Como Perplexo 914


VIII.     HANS JONAS (1903-1994):
    A EXPERIÊNCIA DO PENSAMENTO
    E A RESPONSABILIDADE PARA COM O MUNDO 947

    Exílio, Fidelidade e Decepção:
    Os Caminhos de uma Existência 950

    Os Espelhos da Gnose 960

    Do Organismo à Liberdade:
    O Fardo e a Graça de Ser Mortal 970

    Da Liberdade à Responsabilidade:
    Vulnerabilidade da Natureza e a Angústia
    Para o Homem 986

    As Sabedorias do Medo e o Novo Imperativo 997

    Potência e Limite do Eterno:
    O Conceito de Deus Após Auschwitz 1007

    Experiência e Responsabilidade:
    Duas Figuras da Aliança? 1024


IX.     COM EMMANUEL LÉVINAS (1905-1995):
    A HISTÓRIA JULGADA 1041

    Construir o Universo Pelo Trabalho e Pelo Estudo 1044

    Velho Como o Mundo 1057

    Uma Ideia do Infinito Para Além da Totalidade 1068

    Roma e Jerusalém: Política e Depois 1083

    Um Deus Não Contaminado Pelo Ser? 1098

    Israel na Hora das Nações 1114

    Na Duração Mesma do Tempo 1127



Glossário de Termos Hebraicos 1149

Índice de Noções 1155

Índice de Referências 1167

Índice de Nomes 1173

Lista de Obras Citadas Disponíveis em Português 1187

Comentários

A obra de pensadores judeus modernos – como Walter Benjamin, Gershom Scholem e Martin Buber –, expressão de um olhar utópico numa época de caos, é o tema de Testemunhas do Futuro, de Pierre Bouretz

O Estado de S.Paulo | Sábado, 29 de outubro de 2011 | sabático | S3
por: Luis S. Krausz

MESSIANISMO EM UM MUNDO DESTROÇADO

Em Testemunhas do Futuro, Pierre Bouretz discute, em seu contexto histórico e biográfico, as obras de grandes pensadores judeus da modernidade, dentre os quais Hermann Cohen (1842- 1918), Franz Rosenzweig (1886-1929), Walter Benjamin (1892-1940), Gershom Scholem (1897-1982) e Martin Buber (1878- 1965).
Leia mais: http://migre.me/61USZ

Avaliação dos Clientes

Seja o primeiro a avaliar este produto.
Newsletter