É necessário que o seu navegador tenha o suporte a javascript habilitado para navegar neste site. O Estudo das Dez Emanações Luminosas
  • 00 item(s) - R$ 0,00
Seu carrinho de compras está vazio.
  • O Estudo das Dez Emanações Luminosas

O Estudo das Dez Emanações Luminosas

Talmud Êsser HaSefirot - Tratado 1
Autor: Rabino Ashlag
SKU: 146715
Páginas: 172
Avaliação geral:

A Torá recebida no Monte Sinai por Moisés em 1313 AEC, é o mais extraordinário livro da História humana, porque contém em si o PARDES (Jardim) a própria essência do Tetragrama em Seus quatro níveis cifrados nas letras Peh (Pshat, literal e histórico), Resh (Remmez, alegórico e simbólico), Dalet (Drash, hermênutico, homilético) e Samech (Sod, secreto, oculto).

R$ 75,00 no Cartão
Disponibilidade: Imediata

Quem comprou esse produto também comprou:

Descrição

A Torá recebida no Monte Sinai por Moisés em 1313 AEC, é o mais extraordinário livro da História humana, porque contém em si o PARDES (Jardim) a própria essência do Tetragrama em Seus quatro níveis cifrados nas letras Peh (Pshat, literal e histórico), Resh (Remmez, alegórico e simbólico), Dalet (Drash, hermênutico, homilético) e Samech (Sod, secreto, oculto).

O grande sábio da Kabbalah, o Rabino Shimon Bar  Yochai (o Rashbi), em 163 DC abriu os Sodot (Segredos) contidos na Torá através do Zôhar, mas a humanidade ainda não tinha Kelim (vasos de recepção) adequados para tanta Ohr (Luz). Por isso, somente em 1239 DC, na Espanha, Moisés de Leão reabriu a obra dele depois de mais de mil anos de ocultação, mas somente Isaac Lúria em 1572 DC em Safed norte de Israel, foi capaz de orga-em 1572 DC em Safed norte de Israel foi capaz de organizar aquela torrente de sabedoria secreta num Sistema Coerente e compreensível, Contudo a humanidade ainda não estava preparada para recebê-la. Quase 400 anos depois em 1956 DC, Ba'al Há Sulam o maior cabalista do século XX, revelou para as mentes comuns, as mentes de nossa época o brilho e o esplendor das Sefirot na obra Estudo das Dez Emanações (Talmud Êsser HaSefirot).

Mais de meio século depois, Joseph Saltoun traduziu para a língua portuguesa o primeiro dos 16 Tratados desta obra que está agora em nossas mãos. A obra do cabalista e Rabino  Saltoun cairá no solo mais fértil do planeta para a Kabbalah: o Brasil. Milhões de nós aqui em nosso próprio idioma nos beneficiaremos com essa tradução e que todo o mérito  que nossas almas adquiram com essa Luz revelada seja acrescentado ao mérito da alma de Joseph Saltoun e de toda a humanidade .

Amém!

Charles Kiefer

Avaliação dos Clientes

Seja o primeiro a avaliar este produto.
Newsletter